XV Encontro da CEBs Três Fronteiras reúne lideranças da Argentina, Paraguai e Brasil

XV Encontro da CEBs – Comunidades Eclesiais de Base Três Fronteiras reúne lideranças da Argentina, Paraguai e Brasil

  

O evento aconteceu nos dias 11 e 12 na Paróquia São José Operário em Céu Azul

Foi realizado no último final de semana (11 e 12), pela primeira vez na cidade de Céu Azul (PR) – Diocese de Foz do Iguaçu o encontro com os representantes das Comunidades Eclesiais de Base das Três Fronteiras, Argentina, Paraguai e Brasil; com o Tema: Cuidar da Terra e da Água e o Lema: Semear Vidas é Nossa Responsabilidade.

O público reuniu cerca de 180 pessoas: (30 pessoas da Argentina e 30 do Paraguai) e os demais participantes, das paróquias da Diocese de Foz do Iguaçu.

O evento é um encontro de animadores de grupos de família e coordenadores, também aberto para todas as lideranças e pessoas de outras religiões. Todos participaram com entusiasmo e comprometimento, destacando-se a presença significativa dos jovens.

O evento Três Fronteiras CEBS é realizado de dois em dois anos, em 2015 na Argentina foi trabalhado sobre a Família e sua organização, este ano no Brasil, trouxe a problemática que envolve o cuidado com terra e a água e em 2019 será no Paraguai.

Este ano, no Brasil, o evento Três Fronteiras CEBs, teve como organizadores: Brasil, padre João Disner (Assessor), Coordenadora Diocesana, Jovilde, Coordenadora da Área III, Ibraema; Argentina, German e Rosa; Paraguai: Ramon e Ana.

Padre João abordou o tema Vida com a seguinte reflexão:

Todos os momentos temos que celebrar e agradecer a Deus, pelas descobertas que fazemos. E temos de pedir, força e perseverança necessárias para agir, assumir o que nos é proposto. Somos a continuidade da obra de Deus.

Ele deu vida a tudo o que foi por Ele criado para não ficar inerte. Somos uma terra bruta que precisa ser cultivada, ganhar vida, crescer, receber sol e chuva…

Então pensamos e vemos a vida como um painel que cada dia deve ser renovado, para ser sempre mais atraente.

A vida existe em todos os sentidos, em diversos lugares e exige muitos cuidados. A vida é como uma semente que sem cuidados especiais não germina

Muitas vezes pensamos para que serve a Vida? Por que nascemos? Para onde vamos? Por que tantos sofrimentos, fome, maus tratos, tanta discriminação? Diante de tantos obstáculos e acontecimentos desta natureza, como vamos agir?

Muitas vezes fazendo uma reflexão sobre todas as dificuldades presentes em nossa vida, faço uma pergunta a mim mesmo, já que tenho tanta necessidade de trabalhar arduamente, como posso cuidar de minha família?

Então chegamos a uma conclusão: o trabalho é necessário para nossa sobrevivência, porém muitas vezes no percurso da vida nos preocupamos mais em trabalhar para sempre ganhar mais, sempre possuir mais, com isto, geramos problemas como, abandono, carência afetiva, falta de amor, isolamento familiar, distanciamento entre pais e filhos, entre marido e mulher.

A família é deixada de lado, com isso os problemas passam a ser maiores do que são, por falta de convivência familiar, bons conselhos e amor fraternal entre os membros da própria família. Jesus nos chama e deixa bem claro que Ele quer pessoas que trabalhem, não quer preguiçosos.

Sabemos que todo nosso trabalho não é em vão, mas também Ele nos dá uma vida de conhecimentos muito mais amplos, onde podemos aprender e conseguir resolver nossos problemas em todas estas dúvidas que temos. Jesus nos oferece um modo diferente de viver para conseguirmos realizar nossa missão. Jesus nos mostra gestos concretos de ver Deus em toda a criação. Ele nos fala “Não esqueças que a árvore mais simples produz os melhores frutos”.

Através do que nos fala Jesus, entendemos que precisamos cuidar da vida contra todos os males que a querem destruir, seja, violência, drogas, falta de saúde, falta de moradia, falta de terra para trabalhar, falta de alimentação, falta de educação, falta de condições mínimas para se ter uma vida decente e digna para todos, onde prevaleça a justiça, a igualdade, o amor entre as pessoas, com isso conheceremos Deus, e que através deste conhecimento não nos falte AMOR VERDADEIRO, COMPREENSÃO, HUMILDADE e CONFIANÇA.”

Realização das atividades em grupos

O assessor, padre João Disner, verificou in loco as atividades dos temas propostos; foi possível durante esses dois dias ouvir de cada um e de cada uma que estavam naquele espaço comum, como se dá a sua caminhada eclesial, suas angústias, seus desafios e sonhos. Um dos pontos alto do encontro foi conhecer a história das padroeiras de cada país das três fronteiras presentes, a réplica da cruz da CEBs – Paraná e a inserção dos jovens na caminhada da igreja; As rodas de conversas sobre o Protagonismo e Missão dos Leigos e Leigas e a identidade das comunidades eclesiais de base foram reafirmadas por todos e todas  em sua  caminhada missionária e de seguidores de Jesus Cristo, onde as CEBs são escolas de formação, informação, comprometimento com a causa social, eclesial, política e de cuidado com a casa comum.

  Conclusão

 A partilha feita pela articulação das CEBs Três Fronteiras sobre a XIV Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base a realizar na cidade de Londrina (PR), de 23 a 27 de janeiro de 2018, onde será trabalhado o Tema: Vida e Missão das Comunidades e o Lema: Desafios, Resistência, Lutas e Esperanças das CEBs no Mundo Urbano e Rural e a Iluminação Bíblica: Eu vi e ouvi os Clamores do meu povo e desci para libertá-lo (Ex. 3,7), foram pontos altos de alegria, atenção e esclarecimentos de dúvidas por parte dos presentes. Ao final do encontro, houve apresentação cultural, a entrega da vela para o Paraguai e uma pequena celebração de envio, todos os homens e mulheres foram enviados em Missão.

ASSISTA NOSSO VÍDEO DA MISSA (YUOTUBE)

Santa Missa – Encontro CEBs – 2017 – Brasil

 

Atividades Sábado

Atividades Domingo

Colaboração: Pe João Disner- Assessor

Fonte: Matéria e fotos: Portal Jesus Consagrado.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *