O Trem das CEBs chegou a Estação do Regional Noroeste e aguarda os passageiros rumo ao 14º Intereclesial

 

Acontecerá entre os dias 23 a 27 de janeiro, em Londrina-PR, o 14º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs). O tema refletido pelas comunidades será “CEBs e os desafios no mundo urbano” e o lema “Eu vi e ouvi os clamores do meu povo e desci para libertá-los” (Ex 3,7). Nesses três últimos dias o envio das delegações do Regional Noroeste mobilizaram as comunidades em Celebrações e Retiros. Todos os 204 participantes aguardam ansiosos pela partida do Trem das CEBs; São delegadas e delegados das 07 dioceses que compõem o regional: Arquidiocese de Porto Velho, Diocese de Guajará-Mirim, Diocese de Ji-Paraná, Diocese de Rio Branco, Diocese de Cruzeiro do Sul, Diocese de Humaitá e Prelazia de Lábrea.

Dentre os participantes, 185 delegados/passageiros seguirão em quatro ônibus e outros 19 seguirão de avião para as terras vermelhas do norte do Paraná. O Regional Noroeste enviará 113 mulheres e 91 homens, entre os diversos serviços estão: 101 Leigas, 70 Leigos, 02 Religiosos, 11 Religiosas, 18 Presbíteros e 02 bispos: dom Roque Paloschi, arcebispo de Porto Velho e presidente do Cimi e dom Mosé João Pontelo, bispo de Cruzeiro do Sul e referencial das CEBs do Noroeste; entre a delegação, tem indígenas da etnia Arara e Puruborá, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas e agricultores, membros da CPT (Comissão Pastoral da Terra) e MAB (Movimentos dos Atingidos por Barragens), coordenadores de comunidades, participantes das diversas pastorais, movimentos e serviços. Destacam-se ainda a alegria e participação da Pastoral da Juventude que após realizarem de 07 a 14 de janeiro o 12º ENPJ (Encontro Nacional da Pastoral da Juventude) na Diocese de Rio Branco, continuam firmes e estão com as malas prontas para seguir viagem para o Sul do Brasil.

A Preparação

Nesses últimos três anos o regional vem se preparando para este grande momento. As dioceses realizaram encontros com os seus participantes e o regional realizou o Catorzinho com 70% dos delegados que participarão do 14ª Intereclesial. Além da experiência eclesial do participante, tem a preparação pessoal com a leitura e reflexão do texto base até outros subsídios necessários para o entendimento da temática.

O Caminho

O primeiro ônibus com os representantes do Acre sairão da cidade de Rio Branco no sábado (20/01) às 15h, encontrando-se posteriormente com dois ônibus com os representantes de Porto Velho, Humaitá e Prelazia de Lábrea em Porto Velho-RO às 23h do mesmo dia. No amanhecer de domingo (21/01) se junta mais um ônibus com os representantes de Ji-Paraná e Guajará-Mirim. Nas comunidades o espírito da partilha é comum e para a viagem contamos com a doação do café da manhã e do almoço no domingo (21/01) pela Diocese de Ji-Paraná. O comboio passará pelos Estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná, chegando pela manhã da terça-feira (23/01) em Londrina-PR.

O Acolhimento

As famílias hospedeiras de quatro paróquias do centro de Londrina acolherão a delegação do Noroeste, são elas: Sagrado Coração de Jesus (Catedral), Sagrados Corações, Coração de Maria e Imaculada Conceição. Alguns participantes já foram contactados por sua família e encontra-se em sintonia.

O Intereclesial

O 14º encontro traz a metodologia, baseada no método “Ver, Iluminar, Agir e Celebrar”.  Além das três grandes plenárias e as três grandes celebrações, o encontro terá 13 mini plenárias que vão discutir temas como o acesso e condições de moradia; os desafios da mobilidade urbana; os desafios das juventudes; os desafios da formação e educação; desafios de acesso e participação na cultura e lazer, os desafios da democratização e participação na política partidária; as mudanças no mundo do trabalho e os impactos na participação da comunidade; mídias, novas tecnologias e direito a comunicação; movimentos e organizações sociais e populares; ecologia e o cuidado ambiental; Pluralismo: ecumenismo e dialogo inter-religioso; direito a saúde e saneamento; a questão da violência e da segurança.

O Intereclesial é um momento forte e marcante, a cada quatro anos os seus representantes tem a finalidade de partilhar as experiências da vida eclesial, social e política. O Intereclesial é um Pentecostes na caminhada das comunidades, os participantes retornam aos seus lugares revitalizados e prontos para continuar a missão de uma Igreja em saída, em defesa da nossa Casa Comum e organizados em Rede de Comunidades.

Por Neurimar Pereira

Articulação das CEBs Noroeste e GT de Comunicação das CEBs do Brasil

Fotos: William Brasil, Antônio Fontinele e Deivisson Souza

 

 

 

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *