31ª Romaria da Terra do Paraná “O FRUTO DA JUSTIÇA SERÁ A PAZ” (IS 32,17)

“As Romarias da Terra são o Sacramento da caminhada. Elas são o templo do encontro do divino com o humano”. (Pe. Dirceu Fumagalli, agente da CPT Paraná)

As romarias tem um sentido simbólico, acham sua fonte na própria marcha da humanidade. Sempre houve lugares que despertaram fascínio sobre as pessoas e para os quais as pessoas foram e vão à busca de algo para suas vidas.

As Romarias da Terra aconteceram na esteira do Concílio Vaticano II, que acabou com a ruptura entre povo, palavra e altar. As Romarias tradicionais essencialmente buscam o altar e o Santo, as Romarias da Terra introduziram a “Palavra”, a reflexão. As Romarias da Terra têm um caráter ecumênico e ainda mais macro-ecumênico, incorporando ritos e símbolos de outros religiões ao universo católico. As Romarias da Terra valorizam o religioso, e não falham na sua contribuição profética. Nelas se busca mais que confortar o coração, se busca a transformação da sociedade, a construção do Reino de Deus.

As romarias tradicionais estão centradas na individualidade, na promessa, no transcendente e as Romarias da Terra tem como foco o coletivo e a realidade do povo. “A romaria contribui para transformar a mística e a espiritualidade em gesto e compromisso concretos”. (Cícero Moreira da Silva, professor da Universidade do estado do Rio Grande do Norte)

 Nesse sentido o Regional Sul II anuncia a 31ª Romaria da Terra do Paraná

Convite 31ª Romaria da Terra do Paraná

 

Comissão Pastoral da Terra – Paraná. Rua Dom Bosco,145 – Fone 43- 3347-1175 CEP86060-340 – Londrina – PR  – Brasil email – [email protected]

 

 

 

LONDRINA,16 DE FEVEREIRO DE 2018

“O FRUTO DA JUSTIÇA SERÁ A PAZ” (IS32,17)

Caros irmãos e Irmãs da Caminhada,

A festa nunca termina, para aqueles e aquelas que são propagadores/as da Paz. Vimos através desta fazer contato com você agente de pastoral, comunidades, paróquias, dioceses para anunciar nossa 31ª Romaria da Terra do Paraná. A ser realizada dia 19 de agosto de 2018, em Barbosa Ferraz, Diocese de Campo Mourão.

Esse ano sob o contexto das ameaças sistemáticas da violência dos despejos dos acampamentos é que celebraremos o Deus que acampou entre nós e anuncia a todos e todas a Paz na terra aos homens e mulheres por ele amados.

Para bem celebrar nosso encontro de romeiros e romeiras da terra, refletiremos sob a Luz do Lema “Com direito e justiça, a paz supera a violência no campo”.

Desde já estamos convidando e convocando para que coloque em sua agenda, e inicie a motivação, mobilização e organização das caravanas de seu grupo, sua pastoral, paróquia, diocese e organizações/movimento sociais e populares. Para juntos celebrar nossa esperança de que “a prática da justiça”, resultará em tranquilidade e segurança duradoura em todos” os acampamentos”. E o povo, então passará a viver em ambiente feliz moradias (terra) seguras e tranquilas. (cf Is 32,17-18).

E que não haja nenhuma família camponesa sem terra, porque “vós sois todos irmãos” e, tens parte dessa herança.

Fraternalmente,

Pe. Dirceu Luiz Fumagalli

Juvenal José Rocha

Coordenação da Comissão Pastoral da Terra no Paraná.

Fonte: cpt nacional.org.br e colaboração de Claudio Paulo Hernandes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *