Mártires: compromisso e vida doada

Em 18 de março de 2018, quinto domingo da quaresma, na cidade de Rondonópolis/MT, Diocese de Rondonópolis-Guiratinga foi realizada a 27ª Romaria dos Mártires.

Em consonância com o próprio Evangelho do dia (Jo 2,20-33) as reflexões giraram em torno do desejo de ver Jesus e sobre a entrega do grão de trigo para que se produza frutos.  

A intenção desta caminhada penitencial é propiciar um grande momento de espiritualidade e comunhão diocesana entre seus fiéis e também fazer a memória dos que tombaram na caminhada.

O tema deste ano “Mártires: Compromisso e Vida doada” foi trabalhado durante todo o evento, fazendo alusão à entrega até as últimas consequências ao projeto de construção do Reino de Deus, iniciado por Jesus Cristo, sobretudo junto àqueles que mais necessitam de nossa atenção.  

A temática da Campanha da Fraternidade também motivou os peregrinos para que continuemos a concentrar nossos esforços na construção de uma sociedade mais justa e fraterna, onde a paz consiga superar todas as formas de violência.  

Já o lema “Cristãos leigos e leigas, sujeitos eclesiais numa Igreja em saída”, soou como uma convocação para que nossos leigos e leigas testemunhem o compromisso batismal como corresponsáveis na ação evangelizadora da nossa Igreja, e que esse testemunho ultrapasse as paredes dos templos, sendo sinal do mundo na Igreja e sinal da Igreja no mundo, como recorrentemente o Papa Francisco tem nos convocado.  

Os paroquianos das cidades vizinhas foram acolhidos pelas paróquias da cidade e posteriormente concentrados na Praça da Saudade, onde todos foram acolhidos e iniciaram o trajeto da caminhada.  

Durante toda a romaria, os peregrinos, com cantos e rezas, demonstraram a importância deste momento aprofundamento da fé. Os sonoros “gritos” em favor da vida e contra a violência marcou toda a caminhada que culminou com uma significativa Celebração Eucarística (no Cais da cidade), presidida por Dom Juventino e concelebrada por quase todos os presbíteros da Diocese e que contou também com a participação de nossos irmãos indígenas da etnia Bororo.

Não restaram dúvidas de que os milhares de cristãos presentes na caminhada puderam alimentar sua fé em Jesus de Nazaré, amadurecendo-a ainda mais, para continuar a missão que o Deus da Vida nos confiou de sermos Sal e Luz em todos os ambientes, profissões, serviços…

Avante irmãos na caminhada!

Amém! Axé! Awire! Aleluia!

Por Rinaldo Cardoso Meira, coordenador regional das CEBs-MT, Regional Oeste 2 (texto) e Pedro Aguiar, membro das CEBs da Diocese de Rondonópolis-Guiratinga (fotos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *