CEBs DO MARANHÃO (REGIONAL NE V) SE REUNE PARA AVALIAÇÃO E ELEIÇÃO Por César Soeiro e Neguim

Com o cheiro de mar e a proteção de Deus, aconteceu a primeira reunião ampliada das CEBs do Regional NE V – Maranhão.

A reunião aconteceu na casa dos padres Combonianos, no bairro do Olho D’Água, São Luís/MA, tendo início com o almoço no dia 27 (sexta-feira) e encerrando também com o almoço no domingo, 29.

Iniciou-se com a apresentação das dioceses e acolhida do(a)s delegado(a)s. Em seguida deu-se a formação das equipes de trabalho para os três dias de encontro.

A assessoria do encontro foi feita pelo Pe. João Maria Vandame, que, na sexta-feira à tarde, fez uma análise de conjuntura política, econômica e religiosa a nível nacional e estadual, chamando, no início, para a atenção e cuidados com as informações que recebemos diariamente pelos meios de comunicação e redes sociais e retransmitimos sem às vezes sabermos se são verdadeiras ou não, ou seja, se são fake news. Comentou também sobre como anda a economia nacional e, na ocasião, citou o pensamento de alguns economistas e críticos do assunto.

Na questão política, Pe. João Maria fez uma análise sobre o momento do país e do estado do Maranhão, dizendo que está muito claro que os adversários do governador Flávio Dino procuram difamá-lo e criar confusões na cabeça do povo, através de denúncias falsas e sem fundamentos legais, propagados pelos veículos de comunicação pertencentes aos seus adversários. Frisou também que tudo isso vem acontecendo ainda na fase de pré-candidaturas.

No cenário nacional, refletimos sobre o momento de turbulência e crise política e moral que assola o nosso país, em que uma elite, detentora do poder econômico e político em nosso país, disseminando ódio, egoísmo, truculência e insensatez, praticando ações antidemocráticas, e com a conivência das instituições públicas – como a condenação e prisão injusta do Lula -, vem gerando opressão, pobreza, miséria e exclusão de tantos irmãos e irmãs.

Dando continuidade à reunião, no sábado pela manhã, foi feita uma avaliação do 14º Intereclesial das CEBs, que aconteceu de 23 a 27 de janeiro deste ano, em Londrina/PR, começando pela viagem (ida e volta), acolhida, temática geral do encontro e os trabalhos realizados nos grupos, nas mine plenárias. Falamos dos pontos positivos que o encontro nos proporcionou e quais os que precisam ser melhorados para o próximo Intereclesial.

Outro momento da reunião se deu com o estudo do texto sobre o “Futuro das CEBs”, em contribuição para a Ampliada Nacional, de autoria de Celso Pinto Carias, de Duque de Caxias/RJ. O grupo foi subdividido em pequenos grupos para aprofundamento do assunto.

No sábado à tarde continuamos os trabalhos, coordenado por Marta Bispo, membro da coordenação regional, sendo um momento de reflexão sobre a Missão das CEBs: o que é missão? Quais os desafios? Qual a Missão verdadeira para implantação do Reino de Deus aqui na terra? etc. e também falamos sobre o Seminário dos 50 anos da Conferência de Medelin.

A comunicação também ganhou espaço no conteúdo da reunião, momento em que a equipe do programa de rádio “Trem das CEBs”, que já existe a 23 anos, transmitido pela rádio Educadora AM, que, nesse dia, foi apresentado, ao vivo, direto do local do encontro, com a participação de várias pessoas representantes das dioceses.

No domingo de manhã, foram definidas as propostas e ações para a caminhada das CEBs do Maranhão para o quadriênio (2018-2021). São elas: Propostas: 1. Resgate da história das CEBs; 2. Fortalecer as equipes diocesanas; 3. Assumir as propostas do 14º Intereclesial; 4. Valorização dos povos originários. Ações: Sínodo da Amazônia; Eleições 2018; Subsídio o que é CEBs?; Romaria dos Mártires da Caminhada; Participar da TEIA (articulação junto com todos os seguimentos e entidades que defendem as lutas dos povos e territórios etc.); Assumir a Escola Fé e Política; Rodas de Leitura; Seminário sobre os 50 anos de Medellin(1968); Fortalecer a Comunicação; CEBs e Círculos Bíblicos; Incentivar a participação da Juventude nas CEBs; Defesa do Cerrado; Incentivar o povo a pressionar as Câmaras Municipais, para que aprovem leis que contenham o avanço da monocultura nos municípios.

Continuando os trabalhos, tivemos o momento dos avisos, destacamos a Romaria da Terra e das Águas, que acontecerá nos dia 14 e 15/07/2018, em Teresina/PI, e o Encontro de Comunicadores das CEBs do Nordeste, também em Teresina, nos dias 20 a 22/07/2018; o Encontro da Região Nordeste da Escola Fé e Política, que acontecerá em Fortaleza/CE, no período de 4 a 6 e maio de 2018 e o Encontro Nacional, também em Fortaleza/CE, em maio de 2019. Além da informação sobre a Semana Nacional de oração pela unidade dos cristãos, de 13 a 20/05/2018. Em seguida, foram aprovadas duas Cartas em apoio e solidariedade ao Pe. José Amaro, que está preso há mais de 30 dias, sendo uma destinada ao Tribunal de Justiça do Pará e outra direcionada a ele (Pe. Amaro).

Ainda no domingo, tivemos a prestação de contas feita pela equipe de coordenação referente ao período de trabalho, e em seguida realizamos, de forma democrática, a eleição dos novos membros da equipe de coordenação da articulação regional, que ficou composta pelos seguintes membros: Jean(diocese de Bacabal); Marcelo(diocese de Brejo); Irmã Ana Amélia(diocese de Balsas); Eraudina(diocese de Coroatá); Marta Bispo(Arquidiocese de São Luís e membro da coordenação anterior) e os suplentes: César Soeiro(diocese de São Luís); Pe. Eronaldo(diocese de Carolina); César Soeiro (diocese de São Luís); Pe. Chagas(diocese de Brejo) e Rorício(diocese de Grajaú). São Luís/MA, 1º de Maio de 2018.

Seguem fotos que ilustram esse importante momento das CEBs do Maranhão

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *