Santíssima Trindade   por Magda Melo

A Trindade, leva-nos a vivenciar o mistério que circula a nossa fé nos fortalecendo na certeza do amor trinitário.

Conforme Santo Agostinho, entender completamente o Deus Uno e Trino de nossa fé é praticamente impossível. Mas, podemos conhecê-lo ao revelar-se aqueles que buscam amor e misericórdia.

A espiritualidade próxima da realidade atual que nos motiva a ousar, pensar e refletir as dimensões que estamos vivenciando hoje.

Os estudos da Santíssima Trindade, à luz da experiência eclesial, quer ser um instrumento válido e oportuno, que nos possibilite à vivência madura da fé, nos motive a fazer de nossa vida um verdadeiro ícone da Trindade e nos desperte para dar glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, assim como no princípio, agora e para sempre.

   Quando ouvimos a palavra Trindade, imediatamente a associamos a um mistério insondável, que faz parte de nossa vida, mas ao qual temos difícil acesso. Explicaram-nos que nosso Deus é Trindade, superando toda a solidão e todo isolamento. Que a Trindade se refere à comunhão divina entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo, uma comunhão muito bonita e perfeita à qual temos que imitar em nossos diferentes relacionamentos.

   Pensar a Trindade seria algo supérfluo, algo que nem merece ser refletido diante dos clamores gritantes de tantas pessoas ameaçadas pela fome, pelas doenças, pelo desemprego, pelas guerras, pela violência, pela falta de sentido para a vida.    Apesar das dificuldades em relação à compreensão tradicional da Trindade, também encontramos pessoas contentes e tranquilas com as coisas da religião que lhes foi transmitida e, temem até fazer perguntas críticas à sua própria fé, para não terem o trabalho de mexer e arrumar de novo e sempre de novo sua casa interior.

Santo Agostinho chegou à conclusão de que é impossível entender e captar completamente o Deus Uno e Trino de nossa fé. Mas, é possível, sim, conhecê-lo na medida de que ele mesmo revela seu Mistério aos corações sedentos e amorosos que o buscam.

A Santíssima Trindade é essa realidade criativa primeira, realidade constitutiva, realidade que permeia tudo o que fazemos e o que somos. Trindade de velhas e novas coisas, de histórias de vida que evoluem e se arrumam de múltiplos jeitos criativos.

Pensemos no desafio que nos é lançado e estejamos atentos à Trindade que também somos e da qual também fazemos parte e na responsabilidade de construímos relacionamentos e instituições trinitárias.

Temos uma certeza e uma esperança: estamos começando neste início de milênio a construir coletivamente, unidos a povos de diferentes cantos do planeta terra, uma nova espiritualidade,

Renovemos a cada dia com ternura, responsabilidade, garra e com muito ardor nossa esperança na defesa e promoção da vida que nos habita e habita a todos os seres de forma extraordinária, na una multiplicidade de todas as coisas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *