O livro MEDELLÍN: MEMÓRIA, PROFETISMO E ESPERANÇA NA AMÉRICA LATINA, da Editora Vozes chega às mãos do Papa Francisco.

“Que boa nova maravilhosa. Agradecemos a todas as autoras, a todos os autores. Sem vocês, a obra não seria o sucesso que é. Que Medellín seja revisitado e experimentado. Que chegue ao coração do povo de Deus. ” Emerson Sbardelotti

“Uma grande honra para nós, que continuamos a fazer Teologia da Libertação junto aos pobres; é por causa deles que existe a Teologia da Libertação.”

A obra organizada pelo Prof.Dr.Pe. Ney de Souza [PUC-SP] e pelo Prof. Ms. Emerson Sbardelotti [Agente de Pastoral Leigo da Paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida, em Cobilândia, Vila Velha-ES]; nasceu de uma conversa entre os organizadores nos corredores da Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção – PUC-SP no final do ano de 2015. Em 2016 se montou o projeto em homenagem aos 50 anos da Conferência de Medellín, ocorrido em agosto de 2018; a partir da leitura do Documento de Medellín, da escolha para cada nome [teólogos e teólogas da libertação já consagrados e iniciantes]: leigas, leigos, religiosas e sacerdotes de várias partes do Brasil e da América Latina.

O objetivo da obra além de resgatar Medellín, é o de aprofundar em sua espiritualidade profética, em sua esperança e memorial, a defesa da vida dos pequenos e oprimidos: a Opção pelos Pobres. Medellín é a concretização das ideias do Concílio Ecumênico Vaticano II em nossa Pátria Grande, com os olhares, cheiros, cores, sabores de nossa gente que segue o Artesão-Agricultor de Nazaré, que procura viver sua pedagogia e prática libertadora. E por descobri-lo torturado e assassinado como tantos e tantas pelo Continente é que Medellín incomodou e incomoda, pois, tira-nos da nossa zona de conforto, convidando-nos a anunciar, denunciar e ameaçar, tornando-nos profetisas e profetas neste tempo em que a violência, a intolerância, o fundamentalismo e o fanatismo religioso voltam a assombrar nossas Comunidades Eclesiais de Base e o Povo Santo de Deus. Sem perder a fiel teimosia de acreditar em um outro mundo novo possível, os autores e as autoras da obra conseguem aproximar os/as leitores/as deste novo olhar sobre Medellín, com novas perspectivas e prospectivas, fazendo-nos ter o cheiro das ovelhas como nos pede o Papa Francisco.

O lançamento do livro pela Editora Vozes ocorreu no mês de maio de 2018 em todo o país. Foi passado para o representante da Editora Vozes o endereço postal do Bispo de Roma, e a ele, foi enviado um exemplar do livro. Agora em outubro, para surpresa da Editora Vozes, nossa, dos autores e autoras, o Vaticano envia uma carta agradecendo o presente e presenteando a todos/as com a bênção papal. Para nós, motivo de grande alegria, ter um livro feito em mutirão, na sala e nas mãos de Francisco. Uma grande honra para nós, que continuamos a fazer Teologia da Libertação junto aos pobres; é por causa deles que existe a Teologia da Libertação.

Que São Romero da América e São Paulo VI abençoe o Papa Francisco, e todos nós que o apoiamos na tarefa de guiar com sabedoria e misericórdia a Igreja.

Por Emerson Sbardelotti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *