Depoimento de liderança de CEB mostra vigor do trabalho missionário na América Latina

Eurípia em meio a missionárias e missionários de toda a América Latina.

Participação de 22 países latino-americanos, envolvendo mais de 3.650 missionárias e missionários, que assumiram a tarefa de Jesus Cristo, de levar vida e fé aos mais distantes lugares. Um grande encontro com o tema “América em missão. O Evangelho, nossa alegria”.   

Assim foi o V Congresso Americano Missionário (CAM), que aconteceu em Santa Cruz de la Sierra – Bolívia. Conheça detalhes do encontro, que ocorreu em julho, a partir de um exclusivo depoimento da nossa irmã Euripia de Faria Silva, liderança de Comunidade de Eclesial de Base em Cuiabá, capital de Mato Grosso. Ele atua na comunidade São Francisco de Assis, que pertence à paróquia Nossa Senhora Aparecida, região do Coxipó.

 

Periferias, campos, aldeias, vilarejos

Foi com muito amor e partilha, esperança e coragem que missionárias e missionários demonstraram o valor de seguir Jesus e Maria junto aos menos favorecidos nas periferias, campos, aldeias e vilarejos de difícil acesso. São pessoas que estão dispostas a doar suas vidas pelo Reino.

Eurípia com o grupo de La Paz (Bolívia).

Em Santa Cruz de la Sierra, encontramos um povo religioso, amigo e acolhedor, que se doou sem medida para que o congresso ocorresse de forma tão maravilhosa e abençoada.

As famílias que acolheram os missionários doaram tudo de si, espaço, carinho, amizade, cuidado e zelo, como se não fôssemos estranhos, mas, sim, parte deles. Também as paróquias fizeram com que os dias fossem festivos, celebrativos e casa de todos os povos latino-americanos.

 

Justiça e igualdade

O V CAM serviu para unir a fé de um povo que crê em Jesus Cristo, partilhar a alegria de viver e servir a Deus na missão de anunciar a boa nova do Reino e lutar por justiça e igualdade na construção de um mundo cheio de Amor.

Missa de encerramento do congresso.

A partilha e os testemunhos foram os gritos de um povo que acredita num mundo novo com direito para todas e todos.

Também houve a participação de monsenhor, arcebispos, bispos e quase mil padres, um grande número de religiosas e religiosos se misturando com o povo, indígenas, quilombolas, sertanejos e camponeses.

 

Todo mundo junto e misturado

Não tinha raça e nem cor, éramos um só povo, povo de trabalhadoras e trabalhadores da messe do Senhor. O Espírito Santo pairava sobre aquele local com várias línguas e idiomas onde todas e todos se entendiam, rezavam, louvavam e celebravam grandiosamente as maravilhas de Deus.

Foram elevados à glória do céu dom Oscar Romero e a irmã Nazaria Ignácia, como exemplos de vidas pelo Reino. Muitos outros nomes foram apresentados como mártires e aclamados pelos congressistas.

“Envia, Senhor, operárias e operários para a messe, para que sejamos luz, sal e fermento do Reino nos dias de hoje”

 

É preciso seguir em missão

Viver o reino de Deus é um grande desafio para cristãs e cristãos de hoje. Ainda há muito para avançarmos em águas correntes, profundas e de difícil acesso, onde a vida está ameaçada.

A messe é grande e os operários são poucos. Envia, Senhor, então, operárias e operários para a messe, para que possamos ser luz, sal e fermento do Reino nos dias de hoje.

Maria, Mãe de Jesus, Estrela da Evagelização, Amém!

Euripia de Faria Silva, liderança de CEB em Cuiabá, MT, Regional Oeste II 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *