Rede Um Grito pela Vida celebra padroeira e mobiliza contra tráfico humano

O núcleo local da “Rede UM GRITO PELA VIDA” – CRB/Cuiabá e Entidades Solidárias realizaram nesta sexta (08/02) uma celebração em honra a Santa Bakhita na Paróquia Nossa Senhora do Rosário e São Benedito. A data também propôs uma Jornada Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico Humano – Uma Luz contra o Tráfico: Juntos contra o Tráfico de Pessoas e Vigília de Oração.

O Núcleo da “Rede Um Grito Pela Vida” de Cuiabá/MT foi criado em 2018 com o compromisso de enfrentar e erradicar o tráfico humano.

Estiveram presentes vários parceiros da caminhada como as Comunidades Eclesiais de Base da arquidiocese de Cuiabá, Centro de Estudos Bíblicos de Mato Grosso (CEBI) e Economia Solidária, além das congregações religiosas Irmãzinhas da Imaculada Conceição, Filhas de Maria Auxiliadora (Salesianas) e as Irmãs da Divina Providência.

A celebração foi presidida pelo pároco jesuíta Pedro Canísio, que trouxe a reflexão de estarmos atentos e atentas a esses crimes contra os seres humanos. “Somente juntos e juntas conseguiremos dar passos concretos nesse serviço pela vida dos mais necessitados”, atestou.

Oração

Santa Josefina Bakhita, quando eras criança foste vendida como

escrava e tiveste que enfrentar dificuldades e sofrimentos indizíveis.

Quando foste libertada da tua escravidão física, encontraste a

verdadeira redenção no encontro com Cristo e com a sua Igreja.

Santa Josefina Bakhita, ajuda todos os que estão aprisionados na

escravidão.

Em nome deles, intercede junto do Deus da Misericórdia, de maneira

que as correntes da sua prisão possam ser quebradas.

Que o próprio Deus liberte quantos foram ameaçados, feridos ou

maltratados pelo tráfico de seres humanos.

Dá alívio a quantos sobrevivem a esta escravidão e ensina-lhes a ver

Jesus como modelo de fé e esperança, para que possam curar as

próprias feridas.

Suplicamos-te que rezes e intercedas por todos nós: a fim de que não

caiamos na indiferença, para que abramos os olhos e possamos ver as

misérias e as feridas de tantos irmãos e irmãs privados da sua

dignidade e liberdade e ouvir o seu brado de ajuda.

Amém!

Papa Francisco, 12 de fevereiro de 2018

 

Por Rosenil Conceição, equipe de comunicação CEBs Arquidiocesana de Cuiabá

Fotos: Rosenil Conceição e Dejacir Almeida da Costa

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *