Artigos

Povos da Floresta, um livro para encantar e mobilizar o Brasil. Por Osnilda Lima

Povos da Floresta, um livro para encantar e mobilizar o Brasil. Por Osnilda Lima

- NORTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
 “Não se luta a favor daqueles que não se conhece. E a invisibilidade permite que tantas atrocidades sejam cometidas até hoje. Algumas resultaram em genocídio. Outras em etnocídio”- Felicio Pontes A publicação destaca a cultura, a resistência e a esperança das populações tradicionais da Amazônia e o compromisso de conviver, escutar e defender comunidades e pessoas estrategicamente invisibilizadas No último dia 18 de novembro, os participantes do Seminário Geral Laudato Si, realizado em Brasília (DF) e promovido pela Rede Eclesial Panamazônica (REPAM), ouviram, no lançamento da obra Povos da Floresta, diretamente do autor, o Procurador Regional da República, Felício Pontes, da organizadora da publicação, a jornalista Osnilda Lima e do prefaciador, o bispo emérito do Xingu e pres
Inovação constante e exigência de maior flexibilidade (Ambiguidades de um tempo pascal VII) Agenor Brighenti

Inovação constante e exigência de maior flexibilidade (Ambiguidades de um tempo pascal VII) Agenor Brighenti

- SULÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
A esperança cristã não é uma esperança passiva, que põe o fim no fim dos tempos. É uma esperança ativa, que vai antecipando o fim no tempo, no tempo presente, sempre tempo de graça. Uma das marcas de nosso tempo é a inovação constante. Diferente do antigo mundo rural, onde tudo era quase sempre igual e nada mudava, hoje, a cada dia, nos deparamos com novidades e mudanças. E elas são constantes. Quando nos adaptamos à uma nova situação, aparece outra, exigindo a aprender quase tudo de novo. Os pais têm dificuldade de acompanhar o ritmo de seus filhos e os avós se espantam com as habilidades dos seus netos. Para acompanhar as mudanças, antigamente, bastava alguma vez na vida fazer uma “mudança de mentalidade”, o que já não era fácil. Hoje, somos todos desafiados a ter u
Tendências Religiosas no mundo contemporâneo – Uma análise sobre os vários modelos atuais de ser Igreja

Tendências Religiosas no mundo contemporâneo – Uma análise sobre os vários modelos atuais de ser Igreja

Artigos, Destaque, Destaque News
"Na América Latina, firma-se outra figura propugnada por Medellín e seguidores. O quadro religioso articula-se com a problemática social de modo intenso e íntimo. Faz-se a opção pela libertação dos pobres, ao reconhecê-los como sujeitos evangelizadores da Igreja e transformadores da sociedade." Tudo começa com o declínio rápido da prática religiosa em dois setores importantes da sociedade: os intelectuais e os trabalhadores urbanos. Com tristeza, Pio XI (1922-1939) olhou para o mundo e disse: “A Igreja perdeu a classe operária”. Intelectuais de peso da modernidade, a partir sobretudo do século XVIII, com Holbach e os Enciclopedistas, com maior vigor no século XIX, com L. Feuerbach, K. Marx e F. Nietzsche e, em crescendo, no século XX, com S. Freud e os existencialistas ateus, até o atua
O Projeto de Jesus se realiza em movimento. Edward Neves M. B. Guimarães e Frederico Santana Rick

O Projeto de Jesus se realiza em movimento. Edward Neves M. B. Guimarães e Frederico Santana Rick

- LESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
"as CEBs têm um importante papel a cumprir diante dos desafios e urgências de nosso tempo e uma enorme responsabilidade."  "precisamos da espiritualidade do Reino, uma mística capaz de nos abastecer interiormente, renovar o nosso horizonte de esperança e nos sustentar nos momentos difíceis, nos fracassos e contradições da caminhada e da luta… desejamos que o cultivo da intimidade com Deus, em nossas celebrações e na Eucaristia, e com a Palavra de Deus, nos círculos bíblicos, nas orações pessoais e em comunidade, suscitem essa espiritualidade do caminho, essa mística profética e militante." No centro do projeto de Jesus está o Reino de Deus que se concretiza como amor a humanidade. Em palavras, gestos e posturas proféticas, Jesus mostra que se chega ao Pai pela prática do amor frate
Jesus o Deus amigo do ser humano, o Pai de todos os povos, o defensor dos últimos, a esperança dos perdidos.  José Antonio Pagola

Jesus o Deus amigo do ser humano, o Pai de todos os povos, o defensor dos últimos, a esperança dos perdidos. José Antonio Pagola

Artigos, Destaque, Destaque News
Ao longo deste novo ano litúrgico, os cristãos iremos lendo aos domingos o evangelho de Marcos. O seu pequeno escrito começa com este título: «Início da Boa Nova de Jesus, o Messias, Filho de Deus». Estas palavras permitem-nos evocar algo do que encontraremos no seu relato. Com Jesus «começa algo de novo». É o que em primeiro lugar quer deixar claro Marcos. Todo o anterior pertence ao passado. Jesus é o começo de algo novo e inconfundível. No relato, Jesus dirá que «o tempo cumpriu-se». Com Ele chega a boa nova de Deus. Isto é o que experimentam os primeiros cristãos. Quem se encontra vitalmente com Jesus e penetra um pouco no Seu Mistério sabe que com Ele começa uma vida nova, algo que nunca se tinha experimentado anteriormente. O que encontram em Jesus é uma «Boa Nova». Algo novo
Jesus é o começo de algo novo e inconfundível. 2° Domingo do Advento – Ano B – Quininha Fernandes Pinto.

Jesus é o começo de algo novo e inconfundível. 2° Domingo do Advento – Ano B – Quininha Fernandes Pinto.

- LESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Leituras: Is 40,1-5.9-11 - Sl 84 - 2Pd 3,8-14 - Mc 1,1-8 Marcos inicia seu evangelho assim: "Início do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus". Estas palavras permitem-nos evocar algo do que encontraremos em seu relato. Com Jesus "começa algo novo". Jesus é o começo de algo novo e inconfundível. O que encontram em Jesus é uma "Boa Nova", algo novo e bom. Este solene e alegre início do evangelho de Marcos, vem seguido de uma forma brusca e forte, sem aviso, de um chamado urgente de conversão, de todo o povo para acolher o Messias, o Senhor que vem... No deserto surge um profeta diferente. Um profeta que vem "preparar o caminho do Senhor " - João Batista - um caminho concreto e bem definido, o caminho seguido por Jesus. A reação do povo é comovedora: partem para o "deserto" para esc
Aprender com Maria:Teimosia na luta contra o sistema de morte de Belém e dos sistemas de hoje.   Celia Soares de Sousa

Aprender com Maria:Teimosia na luta contra o sistema de morte de Belém e dos sistemas de hoje. Celia Soares de Sousa

Artigos, Destaque, Destaque News
Maria foi uma mulher profética e libertadora. Ela permanece sempre como a mulher de fé misericordiosa e testemunha de Cristo. A cidade de Belém era o retrato do lugar esquecido pelas autoridades políticas e religiosas. Mas não foi esquecida por Deus, que ali encontrou Maria, disposta a abraçar seu projeto ousado de envio do Messias que inverte as prioridades: tendo os pobres como preferidos para serem libertados de todos os males, sobretudo daqueles propositalmente formulados pelas estruturas injustas, o que Maria expressa em seu cântico.  Aprender de Maria: a valorização da vida As mulheres grávidas, em geral, passam meses se preparando para a chegada de um filho; muitas pessoas ficam dias, meses e até anos nos leitos de hospitais ou em casa, lutando pela vida e pela saúde. Sab
Advento, tempo de preservar as veredas existenciais   Pe Nelito Dornelas

Advento, tempo de preservar as veredas existenciais  Pe Nelito Dornelas

- LESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Advento exige, em primeiro lugar, uma verdadeira conversão pessoal, que consiste em reaproximar-se de Deus e de si mesmo, no sentido de reencontrar o centro motriz que movimenta a própria existência. Cada Advento é uma quadra litúrgica especial para que os cristãos e cristas abram mais amplamente os seus corações ao amor de Deus, e à eterna salvação, oferecida por Jesus Cristo a toda a humanidade que a queira receber de boa vontade. Desde 1º de Dezembro de 1974, todos os domingos do Advento têm precedência sobre todas as solenidades e festas do Senhor, segundo o Calendário Litúrgico. Sobre a Liturgia do Advento, diz-nos o Catecismo da Igreja Católica 524: “Ao celebrar, cada ano, a Liturgia do Advento, a Igreja atualiza esta expectativa do Messias. Comungando na longa preparação da p
Advento: tempo de novos olhares-Luis Miguel Modino

Advento: tempo de novos olhares-Luis Miguel Modino

- NORTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Como Igreja precisamos um novo olhar para essas periferias, foi nelas que o Verbo se fez Carne e habitou no meio de nós, no meio de gente que não contava, desprezada por uma sociedade e um sistema religioso que em nome de Deus excluía os pobres. Aprender a contemplar a realidade exige um processo de aprendizado, enxergar o Deus encarnado só é possível para quem vai assumindo novos olhares. De fato, foram uns poucos os que descobriram a encarnação de Deus, que sua promessa milenar tinha-se tornado visível. Esse fato mudou, ou deveria ter mudado, o jeito de entender uma divindade que deixa de ser só Pai Celeste e no Filho se faz gente. Essa distancia entre Deus e a humanidade ainda permanece na mente e no coração de muitos, inclusive daqueles que se dizendo cristãos, esquecem do fundamen
“O leigo não é um súbdito, é parte integrante do processo eclesial” Celso Carias

“O leigo não é um súbdito, é parte integrante do processo eclesial” Celso Carias

Artigos, Chamadas, Destaque, Destaque News
A Igreja do Brasil instituiu para 2018 o Ano do Laicato, com o tema: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na “Igreja em Saída”, ao serviço do Reino”, e o lema: “Sal da Terra e Luz do mundo” A chegada do Papa Francisco trouxe de volta a teologia do Vaticano II, que partindo de uma Igreja Povo de Deus pretendia fazer realidade um modo de organização em que todos e todas tenham um protagonismo comum dentro da instituição eclesiástica. Nessa perspectiva, a Igreja do Brasil instituiu para 2018 o Ano do Laicato, com o tema: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na “Igreja em Saída”, ao serviço do Reino”, e o lema: “Sal da Terra e Luz do mundo”. A festa de Cristo Rei tem sido a data escolhida para sua apertura. O teólogo Celso Carias faz parte da Comissão do Laicato da Conferênc