Artigos

“Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida por suas ovelhas” (Jo 10,11)  Jesus e a mística do cuidado.  Adroaldo Palaoro

“Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida por suas ovelhas” (Jo 10,11) Jesus e a mística do cuidado.  Adroaldo Palaoro

Artigos, Destaque, Destaque News
 Nesse tempo pascal, o cuidado serve de crítica à nossa civilização agonizante e também de princípio inspirador para um novo tempo de convivialidade. Diante das realidades vulneráveis faz-se necessário despertar as consciências para a prática do cuidado. A partir deste 4º Dom de Páscoa, a liturgia se afasta dos relatos das aparições do Ressuscitado, mas não sai do tema pascal. Como Bom Pastor, o mandato que Jesus recebeu do Pai é “dar a Vida” e a disposição em “dar a Vida” está profundamente sintonizada com o tempo de Páscoa que estamos celebrando. A raiz da experiência pascal é que Jesus está vivo e comunica Vida à comunidade. Como os primeiros cristãos, também nós temos o mesmo privilégio de fazer nossa essa Vida. Trata-se da mesma Vida de Deus, de seu Amor que se entrega a nós incon
Qual é o pão da vida, que hoje oferecemos aos povos indígenas? Dom Roque Paloschi

Qual é o pão da vida, que hoje oferecemos aos povos indígenas? Dom Roque Paloschi

- NORTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Homília de dom Roque Paloschi (de 2015), arcebispo de Porto Velho (RO) e presidente do Conselho Indigenista Missionário (CIMI). Estimados Irmãos no episcopado, Romeiros aqui presentes no Santuário, irmãos e irmãs que nos acompanham pelos meios de comunicação. Ao celebrar esta Eucaristia na Semana dos Povos Indígenas, como comemoração da causa indígena que é uma causa do Reino de Deus, destaco, brevemente, três palavras: gratidão, memória e compromisso. 1. Gratidão Gratidão, aos povos indígenas pelas lições de vida que ainda hoje nos dão. No Texto-Base da CF 2002, cujo lema era “Por uma terra sem males”, descrevemos amplamente as lições de espiritualidade de uma sociedade alternativa que recebemos dos índios: “Os povos indígenas sabem que não podem sobreviver como povos reproduzindo e
Dom Severino Clasen: “Os leigos não só pertencem à Igreja, mas são Igreja”

Dom Severino Clasen: “Os leigos não só pertencem à Igreja, mas são Igreja”

Artigos, Destaque, Destaque News
"Que possamos aprofundar a identidade, vocação, espiritualidade e missão dos cristãos leigos e leigas. Que toda a Igreja realmente reconheça e confirme a vocação dos leigos como sujeito eclesial” A vivência do Ano do Laicato na Igreja do Brasil foi o tema do segundo Metting Point realizado durante a 56ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), na manhã desta sexta-feira, 13, no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida, em Aparecida (SP). Para tratar do assunto com os jornalistas foram convidados dom Severino Clasen, bispo de Caçador (SC) e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato e Marilza Schuina, presidente do Conselho Nacional do Laicato no Brasil (CNLB). Dom Severino afirmou que é importante destacar a missão dos cristãos leigo
Aprovado documento de trabalho do Sínodo para a Amazônia

Aprovado documento de trabalho do Sínodo para a Amazônia

- NORTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News, Sem categoria
Foram dois dias de intensos trabalhos para o papa, Conselho e assessores que contribuem na preparação do encontro que irá refletir sobre a evangelização na panamazônia e a ecologia integral Terminou na tarde dessa sexta-feira, em Roma, a primeira reunião de preparação do Sínodo para a Amazônia. Durante dois dias (11 e 12/04), o papa Francisco, juntamente com o conselho pré-sinodal e uma equipe de assessores trabalharam no documento que servirá de base para as reuniões, reflexões e escuta dos povos da Amazônia no caminho até o Sínodo. O texto apresentado pelos especialistas foi aprovado pelo grupo reunido. A REPAM esteve presente no encontro por meio de seus membros, entre eles bispos, religiosos e leigos. Levar para a equipe de preparação as vozes, os clamores, as esperan
Padre Justino Rezende: “meus irmãos indígenas e os povos da Amazônia esperam muito por esse Sínodo”.

Padre Justino Rezende: “meus irmãos indígenas e os povos da Amazônia esperam muito por esse Sínodo”.

- NORTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
“nós povos indígenas, povos evangelizados e evangelizadores hoje, temos também como contribuir para o enriquecimento da nossa Igreja. Por isso, peço que os senhores bispos, o cardeal Baldisseri e o nosso Papai, Papa Francisco, como disseram lá em Peru, nos olhem como filhos seus, irmãos seus, por que o senhor é irmão maior nosso, o senhor é nosso guia, nosso pastor”. O Sínodo Pan-Amazônico, que será celebrado em outubro de 2019, vai se organizando aos poucos. A primeira reunião do Conselho Pre-sinodal está acontecendo no Vaticano, nos dias 12 e 13 de abril, onde está sendo trabalhado os “lineamenta” e o “instrumentum laboris”, que vai ajudar elaborar os materiais a serem trabalhados nas comunidades amazônicas. Um dos participantes do encontro é o Padre Justino Sarmento Reze
Dom André de Witte: “quando um governo, prejudica a vida dos filhos de Deus a Igreja tem que denunciar”.

Dom André de Witte: “quando um governo, prejudica a vida dos filhos de Deus a Igreja tem que denunciar”.

- NORTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News, Entrevista
“ "a CPT deve mostrar a opção pelos pobres da Igreja”. A Comissão Pastoral da Terra – CPT – é o organismo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB – que, durante quarenta anos tem lutado pelos direitos dos pequenos camponeses, cada dia mais ameaçados no Brasil pelo agronegócio, amplamente representado no Congresso Nacional,  elaborando leis que só favorecem seus macabros interesses. Na última semana, a CPT acaba de escolher sua nova coordenação nacional para os próximos três anos. O serviço de Presidente Nacional ficou com Dom André de Witte, bispo de Ruy Barbosa, Bahia, sendo Dom José Ionilton Lisboa de Oliveira, bispo de Itacoatiara, o novo Vice-presidente. Junto com eles, tem quatro coordenadores executivos. A eleição acontece num momento muito complicado para o país e a
 2°Dom Pascoa. “O sopro de uma nova criação“ Ao anoitecer, fechadas as portas, os discípulos tinham medo e Jesus entrou”.

 2°Dom Pascoa. “O sopro de uma nova criação“ Ao anoitecer, fechadas as portas, os discípulos tinham medo e Jesus entrou”.

- LESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
 Num momento assim é necessário receber a Sua Paz, aquela que Jesus teve durante sua Paixão: uma paz profunda, interior Ana Maria Casarotti O texto situa-se no primeiro dia da semana, como a narrativa do Domingo da Ressurreição. Durante oito dias, na semana chamada Oitava de Páscoa, celebramos a Festa da Ressurreição. Uma semana considerada como se fosse um só dia. Na liturgia de cada dia se leem os textos da ressurreição que oferecem os evangelhos, porque em cada um deles há diferentes relatos. No evangelho de hoje a menção ao primeiro dia da semana traz uma clara alusão a um tempo novo, a uma nova criação. “Ao anoitecer desse dia, estando fechadas as portas do lugar onde se achavam os discípulos por medo das autoridades dos judeus, Jesus entrou”. A descrição convida-nos a imaginar
Geraldo Baniwa: “fazer uma reflexão cultural dentro de uma celebração não é pecado”

Geraldo Baniwa: “fazer uma reflexão cultural dentro de uma celebração não é pecado”

- NORTÃO, Artigos, Chamadas, Destaque, Destaque News
Hoje em dia o caminho melhor é um caminho não de combate. Infelizmente no início da evangelização foi de combate, só que a gente percebeu que isso trouxe muito prejuízo.   O Sínodo da Pan-Amazônia se apresenta como uma oportunidade histórica, não só para a Igreja da região como para o conjunto dela. Na busca de novos caminhos para a Igreja e para a ecologia integral é fundamental escutar os povos que vivem no local, especialmente os indígenas. A diocese de São Gabriel da Cachoeira tem a maior porcentagem de população indígena do Brasil, superando o 90%. São 23 povos e 18 línguas diferentes, quatro delas, nhengatu, tukano, baniwa e yanomami, oficiais junto ao português no município de São Gabriel. Do clero diocesano fazem parte quatro padres indígenas, o último deles, Geraldo Baniwa, orde
Deus faz brilhar a luz da ressurreição. Marcelo Barros

Deus faz brilhar a luz da ressurreição. Marcelo Barros

Artigos, Destaque, Destaque News
Que a luz desta noite bendita ilumine não só o exterior, mas o mais íntimo de cada um de nós. Hoje, eu quero a rosa mais linda que houver E a primeira estrela que vier, Para enfeitar a noite do meu bem. Hoje eu quero a paz de criança dormindo, Quero o abandono de flores se abrindo, Para enfeitar a noite do meu bem. Quero a alegria de um barco voltando Quero ternura de mãos se encontrando Para enfeitar a noite do meu bem. Ah como esse bem demorou a chegar Eu já nem sei se terei no olhar Toda a ternura que eu quero lhe dar. (canção "A noite do meu bem". Dolores Duran e Antônio Maria) Meditação de Santo Agostinho para o Sábado Santo (século IV) Irmãos e irmãs queridos, Nós recebemos um convite para vigiar nesta noite. Este convite nos vem do apostolo Paulo que escreveu aos cor
A luta pela água: direito ao acesso, sem nada pagar por ela!

A luta pela água: direito ao acesso, sem nada pagar por ela!

- OESTÃO, Artigos
"É preciso que toda a nação se una para defender a água." (Kamuu Dan Wapixana, liderança indígena do povo Wapixana, que habita o leste de de Roraima, durante o FAMA 2018)   O Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA) ocorreu entre 17 e 22 de março em Brasília e reuniu comunidades, movimentos sociais, povos tradicionais, movimentos sindicais, ambientalistas e ativistas autorais para construir um caminho de resistência. Também teve a representação de 31 países que enfrentam as mesmas situações que o povo brasileiro para ter o direito à água, como rege a lei. No mesmo período, simultaneamente, aconteceu o Fórum Mundial das Águas, proposto e organizado pelas grandes corporações, por governos e empresas interessadas na gestão dos recursos hídricos, entre elas a Ambev, a Nestlé e a Co