– LESTÃO

O Projeto de Jesus se realiza em movimento. Edward Neves M. B. Guimarães e Frederico Santana Rick

O Projeto de Jesus se realiza em movimento. Edward Neves M. B. Guimarães e Frederico Santana Rick

- LESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
"as CEBs têm um importante papel a cumprir diante dos desafios e urgências de nosso tempo e uma enorme responsabilidade."  "precisamos da espiritualidade do Reino, uma mística capaz de nos abastecer interiormente, renovar o nosso horizonte de esperança e nos sustentar nos momentos difíceis, nos fracassos e contradições da caminhada e da luta… desejamos que o cultivo da intimidade com Deus, em nossas celebrações e na Eucaristia, e com a Palavra de Deus, nos círculos bíblicos, nas orações pessoais e em comunidade, suscitem essa espiritualidade do caminho, essa mística profética e militante." No centro do projeto de Jesus está o Reino de Deus que se concretiza como amor a humanidade. Em palavras, gestos e posturas proféticas, Jesus mostra que se chega ao Pai pela prática do amor frate
Jesus é o começo de algo novo e inconfundível. 2° Domingo do Advento – Ano B – Quininha Fernandes Pinto.

Jesus é o começo de algo novo e inconfundível. 2° Domingo do Advento – Ano B – Quininha Fernandes Pinto.

- LESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Leituras: Is 40,1-5.9-11 - Sl 84 - 2Pd 3,8-14 - Mc 1,1-8 Marcos inicia seu evangelho assim: "Início do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus". Estas palavras permitem-nos evocar algo do que encontraremos em seu relato. Com Jesus "começa algo novo". Jesus é o começo de algo novo e inconfundível. O que encontram em Jesus é uma "Boa Nova", algo novo e bom. Este solene e alegre início do evangelho de Marcos, vem seguido de uma forma brusca e forte, sem aviso, de um chamado urgente de conversão, de todo o povo para acolher o Messias, o Senhor que vem... No deserto surge um profeta diferente. Um profeta que vem "preparar o caminho do Senhor " - João Batista - um caminho concreto e bem definido, o caminho seguido por Jesus. A reação do povo é comovedora: partem para o "deserto" para esc
Advento, tempo de preservar as veredas existenciais   Pe Nelito Dornelas

Advento, tempo de preservar as veredas existenciais  Pe Nelito Dornelas

- LESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Advento exige, em primeiro lugar, uma verdadeira conversão pessoal, que consiste em reaproximar-se de Deus e de si mesmo, no sentido de reencontrar o centro motriz que movimenta a própria existência. Cada Advento é uma quadra litúrgica especial para que os cristãos e cristas abram mais amplamente os seus corações ao amor de Deus, e à eterna salvação, oferecida por Jesus Cristo a toda a humanidade que a queira receber de boa vontade. Desde 1º de Dezembro de 1974, todos os domingos do Advento têm precedência sobre todas as solenidades e festas do Senhor, segundo o Calendário Litúrgico. Sobre a Liturgia do Advento, diz-nos o Catecismo da Igreja Católica 524: “Ao celebrar, cada ano, a Liturgia do Advento, a Igreja atualiza esta expectativa do Messias. Comungando na longa preparação da p
Seremos julgados pelo amor. Ana Maria Casarotti, Missionária de Cristo Ressuscitado.

Seremos julgados pelo amor. Ana Maria Casarotti, Missionária de Cristo Ressuscitado.

- LESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Jesus apresenta-se desde o primeiro momento como um Rei que convoca todos os povos da terra para um encontro. Estamos chegando ao Final do Ano Litúrgico e continuamos lendo o capítulo 25 do Evangelho de Mateus. Jesus continua encorajando e animando os cristãos na espera da Vinda Definitiva do Senhor. Começamos a ler e a refletir sobre este capítulo há dois domingos. Nele Jesus está encorajando e animando os cristãos na espera da Segunda Vinda do Senhor e ensina-lhes as atitudes para viver durante este tempo. No início lemos o texto das dez virgens que aguardam a chegada do noivo. Para isso devem estar preparadas e ser vigilantes. Há cinco virgens que ficam sem óleo porque cuidavam das aparências e não da totalidade. As outras cinco são nomeadas prudentes. Elas estavam preparadas para os
 Ampliada Estadual das CEBs Regional Leste II Minas Gerais. Diante dos desafios  ser protagonista da Esperança.

 Ampliada Estadual das CEBs Regional Leste II Minas Gerais. Diante dos desafios ser protagonista da Esperança.

- LESTÃO, Destaque, Destaque News
As CEBs Regional Leste ll, Minas Gerais, se reúne em Belo Horizonte, nos dias 24  a 26 de dezembro na comunidade São Sebastião, Paróquia São Judas Tadeu, onde os representantes das dioceses mineiras foram acolhidos pelas famílias locais, numa bonita organização da Jorgina, que de forma simples e fraterna colocou em prática a acolhida, característica tradicional das Comunidades Eclesiais de Base. O encontro iniciou-se com a oração do Oficio Divino. Os participantes trouxeram as diversas memórias das lutas do povo mineiro, as questões ambientais, o clamor da Mãe Terra Mineira diante da força dos poderosos que a destroem em favor do lucro trazendo dor e sofrimento  as comunidades.  Também foram lembradas a iniciativas populares de resistência e profecia do povo mineiro, que historicamente l
A arte nas CEBs! Emerson Sbardelotti

A arte nas CEBs! Emerson Sbardelotti

- LESTÃO, Artigos, Chamadas, Destaque News
  14º. Intereclesial : CEBs no mundo urbano.  Momento propício para entrar em contato com  a arte produzida nas Comunidades Eclesiais de Base. Outro dia, olhando as fotos que tirei durante a mais recente Romaria dos/as Mártires da Caminhada Latino-Americana, ocorrida em Ribeirão Cascalheira, em julho de 2016, parei para admirar os Murais da Libertação criados por Cerezo Barredo, no Santuário, na antiga Catedral e em outras igrejas da Prelazia de São Félix do Araguaia-MT. Em cada mural, me veio à mente uma música da caminhada que ia sendo emendada com outras músicas. Em cada uma daquelas pinturas está contida a história recente de luta e vida do povo santo de Deus; claro, que primeiramente do povo da Prelazia, mas, estendida para todo o povo brasileiro, latino-americano e caribenho. Em m
Nas CEBs, leigas e leigos: profecia no Ano do Laicato  Por Neli Almeida e frei Gilvander Moreira

Nas CEBs, leigas e leigos: profecia no Ano do Laicato Por Neli Almeida e frei Gilvander Moreira

- LESTÃO, Artigos, Destaque News
A nossa participação, na Igreja e na sociedade, é fruto de um processo histórico. Celebrar o Ano do Laicato é mergulhar em uma longa história de vidas amadas, doadas, ceifadas, crucificadas, ressuscitadas.  À luz do pedido do Papa Francisco, de fazer crescer “a consciência da identidade e da missão dos leigos na Igreja”, com o tema “Cristãos Leigos e Leigas sujeitos na “Igreja em saída”, a Serviço do Reino”” e o lema: “Sal da Terra e Luz do Mundo” (Mt 5,13-14), a Igreja Católica do Brasil celebrará o Ano Nacional do Laicato de 26 de novembro de 2017 – Solenidade de Cristo Rei – a 25 de novembro de 2018.  A nossa participação, na Igreja e na sociedade, é fruto de um processo histórico. Celebrar o Ano do Laicato é mergulhar em uma longa história de vidas amadas, doadas, ceifadas, crucifi
Ano do Laicato e as Comunidades Eclesiais de Base.  Pe Nelito Dornelas e Magda Melo

Ano do Laicato e as Comunidades Eclesiais de Base. Pe Nelito Dornelas e Magda Melo

- LESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Como Igreja, povo de Deus, celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos e leigas no Brasil, aprofundar a sua identidade, vocação, espiritualidade e missão e testemunhar Jesus Cristo e seu reino na sociedade. Com o tema: Cristãos leigos e leigas sujeitos na “Igreja em saída” a serviço do Reino e o lema: Sal da terra e luz do mundo, a Igreja no Brasil lança no dia 26 de novembro de 2017, na festa de Cristo Rei do Universo, o ano do laicato que vai até a festa de Cristo Rei do ano de 2018. O objetivo geral deste ano do laicato é: Como Igreja, povo de Deus, celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos e leigas no Brasil, aprofundar a sua identidade, vocação, espiritualidade e missão e testemunhar Jesus Cristo e seu reino na sociedade. Este ano do laicato nos faz ref
33° DomTComum Mt 25,14-30 – Quem tem medo do Deus de Jesus?  Adroaldo Palaoro 

33° DomTComum Mt 25,14-30 – Quem tem medo do Deus de Jesus? Adroaldo Palaoro 

- LESTÃO, Destaque, Destaque News
A liturgia deste domingo nos propõe uma parábola que pode ser facilmente mal interpretada; ou pior ainda, fomentar a auto cobrança e o perfeccionismo. E, como consequência, os sentimentos de culpa, de impotência, de fracasso... No campo específico da espiritualidade cristã, uma leitura deturpada da parábola dos “talentos” pode conduzir a uma religiosidade perigosa por vários motivos: supõe a imagem de um Deus como um patrão que exige um cumprimento das suas ordens até os mínimos detalhes, sem admitir nenhum fracasso; fomenta a ideia do mérito e, com isso, uma religião mercantilista; alimenta um perfeccionismo – busca de um “ideal de perfeição” -, que gera muito sofrimento e farisaísmo; estimula a competitividade para ver quem consegue um “prêmio maior”... Em definitiva, aqui nos encontram
Jornada Mundial do Pobre  Pe. Nelito Dornelas

Jornada Mundial do Pobre Pe. Nelito Dornelas

- LESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
 A centralidade do pobre implica nas dimensões espirituais, teológicas, eclesiológicas, políticas e culturais. A pobreza é uma força espiritual profundamente evangélica e revolucionária. Neste dezenove de novembro, um domingo antes da festa de Cristo Rei do Universo e dia dos cristãos Leigos e Leigas, a Igreja celebra o Dia Mundial do Pobre, concluindo uma Jornada Mundial do Pobre com uma semana de duração. Este dia foi instituído pelo Papa Francisco com o objetivo de perpetuar os frutos da celebração do ano da misericórdia. O pobre ocupa a centralidade do pastoreio de Francisco. Este resgate do pobre é a concretização do desejo de João XXIII, não realizado pelo Concílio Econômico Vaticano II. Quem captou esta mensagem foi um grupo de bispos, que no dia 16 de novembro de 1965 assinou o